8 lugares que devem ser visitados em Dubai - Blog Sonho e Destino - Dicas, Roteiros e Destinos de Viagens

Assine nossa newsletter:

Quer receber nosso informativo e ficar por dentro das nossas viagens? Basta cadastrar o seu e-mail abaixo.

8 lugares que devem ser visitados em Dubai

Os melhores pontos turísticos para se conhecer no Emirado Árabe.

Nossa viagem pela Ásia continua, nosso próximo destino será a região do sudeste asiático e não vemos a hora de conhecermos o outro lado do mundo, afinal será a primeira vez que vamos visitar essa parte do maior continente do mundo. Mas antes, resolvemos fechar nossa passagem pelos Emirados Árabes Unidos com algumas últimas dicas. Em nosso último post falamos um pouco do que é legal de se fazer na cidade de Abu Dhabi, e agora elencamos os pontos altos de nossa visita em Dubai, a cidade mais conhecida desse país mulçumano.

Burj Khalifa
Começamos nossa lista pelo prédio mais alto do mundo, que já foi cenário de filmes como Missão: Impossível, onde o ator Tom Cruise ficou pendurado do lado de fora da torre para fazer as cenas do filme. Ficamos surpresos com o quanto o filme representa até hoje por lá. Logo na entrada para o elevador você pode tirar uma foto sentado em uma cadeira de diretor com alguns objetos cinematográficos, além de olhar para o ponto exato onde o ator fico pendurado.
Confesso que ficamos um pouco decepcionados pela altura que pudemos subir para ter a vista da cidade. Acontece que a plataforma que recebe os turistas não fica no topo do prédio, mas sim mais ou menos pela metade, a uns 480 metros de altura. Tudo bem, isso já é bem alto, mas considerando que o prédio tem mais de 800 metros de altura, bem que poderíamos ir um pouco mais pra cima. Burj, em árabe, significa torre, e Khalifa é o nome do Sheikh de Abu Dhabi e presidente do país atualmente.

burj-khalifa-a-noite
Burj Khalifa a noite

 

The Dubai Mall
Se você pretende visitar a Burj Khalifa, terá que passar pelo maior shopping do mundo, o Dubai Mall. Acontece que a entrada da torre fica no shopping, em um complexo que foi construído no centro da cidade. Repleto de lojas de todas as marcas mais conhecidas do mundo, o Dubai Mall é um local que deve ser visitado mesmo por aqueles que não gostam de compras, pois além de lojas, lá existem mais de 120 restaurantes, pista de patinação no gelo, 22 salas de cinema e um dos maiores aquários do mundo com mais de 33mil animais marinhos em exposição. E do lado de fora ainda é possível apreciar as Fontes de Dubai, que agraciam o público com o lindo Show das Águas Dançantes.

dentro-do-dubai-mall
Dentro do Dubai Mall

 

Museu de Dubai
Saindo do centro novo da cidade, uma passagem pela região histórica de Dubai é indispensável, começando pelo Museu de Dubai, que conta a história dos antigos moradores da região, os beduínos que pescavam e comercializavam pérolas para sobreviver. Esse museu mostra como eram as casas das pessoas naquela época, seu estilo de vida e técnicas de trabalho. É realmente muito interessante e curioso saber que eles vieram realmente do nada, de um modo de vida muito simples.

 

Passeio pelo Creek
Quem escolhe ir visitar a região antiga da cidade acaba fazendo um combo turístico. Normalmente o passeio começa pelo Museu de Dubai e continua com uma travessia em um barco de madeira pelo Creek, canal que sustentou a vida dos moradores locais por muitos anos, antes da descoberta do petróleo. Era no Creek que os pescadores tiravam seu sustento e procuravam as pérolas. Hoje o canal é muito usado para o transporte, conexão ao porto, e passeio turístico, tanto nos barquinhos de madeira para simplesmente atravessar de um lado para o outro, quanto em barcos restaurantes ou tours noturnos para apreciar a beleza da cidade iluminada. E saindo do lado de onde é o museu com o barco, chegamos ao outro lado para falar do outro item de nossa lista, o Mercado do Ouro.

Creek de Dubai
Creek de Dubai

 

Mercado do Ouro e Mercado de Especiarias
O passeio pelo Creek termina nesse lado do rio, onde se encontra o Mercado de Especiarias de Dubai, que é muito parecido com qualquer outro mercado do gênero, presente principalmente em países islâmicos. Mas o que se diferencia por aqui é o Mercado do Ouro, que é repleto de vitrines douradas com todo tipo de joia. Os árabes gostam de ouro puro, então a maioria é 24 quilates por aqui, aquele ouro bem amarelo. É impressionante observar aquela quantidade imensa de ouro e nenhuma grade nas vitrines ou policiais fortemente armados. Até parece que é tudo bijuteria. Muitas lojas vende imitações, não do metal, mas do design de joias de grandes marcas. Então é possível sair de lá com um bom negócio, com uma peça muito bonita e a certeza que ela é de ouro mesmo. O que achamos engraçado foram os totens espalhados pelo mercado com informações do preço do ouro no mercado mundial.
O Mercado de Especiarias fica bem ao lado do Mercado do Ouro. Fazer um passeio nesse lugar é mergulhar na cozinha beduína. Muitos dos temperos e sabores da culinária local vem desse mercado.

Mercado do ouro de Dubai
Mercado do ouro de Dubai

 

Jumeira Beach
Saindo um pouco da riqueza do mercado, resolvemos conhecer algo que não custa nada para frequentar, uma das praias de Dubai, a Jumeirah Beach. Essa praia é muito frequentada pelos banhistas e pelos food trucks. Nela nós podemos ver uma quebra de paradigmas que traduzem o que é a cidade de Dubai hoje. Nada de esconder o corpo por aqui, as mulheres frequentam a praia como se estivessem em Copacabana e sem problema nenhum. Essa é uma dúvida frequente que escutamos quando alguém pergunta como é Dubai. A verdade é que pode ir sem medo de o que vestir e essa praia é uma prova disso. Claro que vemos muitas mulheres mulçumanas usando a abai (traje islâmico), mas os turistas não precisam ter medo de levar o seu traje de banho.

Jumeirah Beach vista do Hotel Burj Al Arab
Jumeirah Beach vista do Hotel Burj Al Arab

 

Burj Al Arab
Passar pela Jumeirah Beach e não apreciar a Burj Al Arab é impossível. O hotel mais luxuoso do mundo está bem ali ao lado fazendo parte do cenário. Nós tivemos a grande oportunidade de ficar hospedado nesse hotel e já contamos essa história aqui em nossa coluna. A má notícia é que o hotel é caríssimo, mas mesmo assim achamos que vale a pena sacrificar um pouco para dormir uma noite lá. Mas a boa notícia é que mesmo que você não esteja hospedado no hotel, pode ir visita-lo! Basta fazer uma reserva em um de seus restaurantes para curtir um pouco da famosa Torre das Arábias.

Leia o post sobre o Burj Al Arab

Burj Al Arab
Burj Al Arab

 

Rally pelo deserto
Uma viagem por Dubai só está completa se você fizer um rally pelas dunas do deserto e ter um típico jantar local em um acampamento beduíno. Esse tour está disponível em muitas agências de turismo de Dubai, algumas inclusive com atendimento em português feito por brasileiros. Nós também já falamos em detalhes sobre essa experiência incrível aqui em nossa coluna. Visitar o deserto te leva mais próximo das origens dessa cultura tão interessante que formou a cidade de Dubai e toda essa região dos Emirados Árabes Unidos.

Rally no deserto
Rally no deserto

 

Ficamos mais de 10 dias nesse país tão incrível e é hora de partir para outra cultura totalmente diferente. Estamos muito ansiosos para dividir com você nossa próxima experiência que será no continente asiático.

Sonho e Destino
Publicado por
Sonho e Destino

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *