MARRAKESH (MARROCOS) - Blog Sonho e Destino - Dicas, Roteiros e Destinos de Viagens

Assine nossa newsletter:

Quer receber nosso informativo e ficar por dentro das nossas viagens? Basta cadastrar o seu e-mail abaixo.

MARRAKESH (MARROCOS)

De Fez para Marrakesh:

No dia seguinte partimos em direção a Marrakesh, a cidade vermelha, quarta maior cidade do Marrocos e parte das chamadas quatro cidades imperiais do Marrocos. Viajamos o dia todo , de norte a sul do país em estradas de altíssimo padrão. Confesso que foi mais uma boa surpresa que tivemos. As autoestradas do país não deixam nada a desejar para aquelas boas estradas que conhecemos e ainda com a facilidade de termos acesso 3G durante, literalmente, todo o caminho. A partir daí percebemos que o investimento em infraestrutura no país está sendo feito.

Após sete horas de viagem, chegamos em Marrakesh. A cidade já impressiona no primeiro contato. A modernidade misturada com a tradição milenar da Medina local encanta quem visita. Nos hospedamos em um resort localizado em uma área com muitas construções. Construções essas de hotéis e resorts que formarão um complexo turísticos muito promissor. Não imaginávamos que Marrakesh está para se tornar um grande polo turístico daqui alguns anos.
Saindo um pouco do hotel, nos deparamos com shoppings modernos, avenidas largas e uma grande estação de trem, uma construção imponente e luxuosa.

Hotel Plaza Hotel & Spa
Jardins de La Ménara
Saindo um pouco do hotel, nos deparamos com shoppings modernos, avenidas largas e uma grande estação de trem, uma construção imponente e luxuosa.

 

Jardins de La Ménara
Jardins de La Ménara

Ao mesmo tempo, a cidade carrega milênios de história dos povos berberes, uma das primeiras civilizações a ocupar o planeta. É comum vermos muitas coisas escritas em francês, árabe e berbere. Os museus da cidade focam muito na história dessa civilização.

Como em quase toda cidade marroquina, não podia faltar a cidade murada, a Medina, classificada como Patrimônio Mundial em 1985. Diferente daquela que visitamos em Fés, a Medina de Marrakesh tem as ruas mais largas, então é muito comum ver carros circulando lá dentro, mas claro que os burros de carga também fazem parte do dia-a-dia. Porém, é muito fácil diferenciar uma Medina da outra. O mais interessante dessa Medina é a feira que acontece diariamente a partir das 17h e vai até a madrugada. Localizada em uma área ampla da Medina, a feira oferece todo tipo de comida local, sucos, especiarias artesanatos e o famoso chá marroquino, um delicioso chá verde com hortelã que é a bebida típica do Marrocos. Em todos os estabelecimentos que entramos, especialmente os restaurantes, nos foi servido esse chá. Como se trata de um país islâmico e eles não consomem bebida alcoólica, os locais chamam o chá de whisky marroquino!

Praça Jemâa el-Fna
Praça Jemâa el-Fna

Depois de experimentarmos algumas das comidas típicas da região nessa feira da Medina, terminamos nosso passeio por lá com um tradicional cuscuz servido na tajina, uma panela de barro típica muito usada em todos os restaurantes do país.

Em nosso último dia de Marrakesh, aproveitamos um pouco a cidade moderna, visitando o shopping e jogando boliche. Isso mesmo, Se estiver cansado de visitar as partes antigas, todo lugar que fomos no Marrocos conseguimos nos distrair com eventos muito conhecidos por nós no Brasil.

marrakesh4
marrakesh5
marrakesh6
Jardins de La Ménara

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais de Marrocos com o nosso vídeo e o nosso post, até a próxima!

Sonho e Destino
Publicado por
Sonho e Destino

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *