ESSAOUIRA (MARROCOS) - Blog Sonho e Destino - Dicas, Roteiros e Destinos de Viagens

Assine nossa newsletter:

Quer receber nosso informativo e ficar por dentro das nossas viagens? Basta cadastrar o seu e-mail abaixo.

ESSAOUIRA (MARROCOS)

Nosso próximo destino foi Essaouira. Cidade, até então, nos vendida como “a vila dos pescadores”. Eu esperava algo muito simples, pequeno e humilde. Mais uma vez fomos surpreendidos. Um balneário banhado pelo oceano atlântico com hotéis maravilhosos e uma estrutura de dar inveja em uma cidade costeira. Logo na chegada já notamos que é uma cidade totalmente turística. Na praia são oferecidos passeios a cavalo e, claro, a camelo. Também é possível alugar quadriciclos, ter aulas de surf e almoçar em um dos restaurantes na beira da areia.

essa1

essa2

essa3

Claro que o que mais chama a atenção na cidade é o porto dos pescadores e a velha Medina. O porto é lotado de pequenas em grandes embarcações, desde canoas dos pescadores até grandes barcos de pesca mais profissional.

essa4

Os pescadores montam diariamente barraquinhas em uma espécie de feira livre para vender parte daquilo que foi pescado. Não tem como ser mais fresco, alguns animais eles ainda mantém vivos, para garantir o frescor. Claro que um lugar como esse não tem um cheiro muito agradável. Na verdade passa a ser insuportável, pois tudo acontece naquele local. O que não falta são pássaros para comer as sobras.

essa5

Ainda bem perto do porto, a mais ou menos uns 200 metros já fica a entrada da Medina. Em uma praça bem ampla, encontramos alguns restaurantes que revendem o produto dos pescadores, ou se você preferir, pode comprar o que quiser com os pescadores diretamente e levar em um desses restaurantes para se preparado. Preferimos escolher direto em um restaurante, onde, curiosamente, o chef arranhava um pouco de português. Depois de vermos nossa comida quase fugir, pois ainda estava viva, desfrutamos de um bom almoço com ingredientes muito frescos!

essa 6

essa 7

Almoçados, fomos direto visitar a Medina de Essaouira. Logo percebemos o quanto ela era diferente das Medinas de Fés e Marrakesh. Em Essaouira ela é muito mais preparada para receber o turista.

essa 8

essa9

As ruas são mais arrumadas com muitas lojas de produtos locais, desde artesanatos até especiarias. As pessoas a nossa volta, todas turistas. Os locais são somente os vendedores. Como não podiam faltar as lembranças locais na bagagem, fomos negociar algumas bugigangas naquela velha e conhecida forma árabe de comprar. Terminamos nosso dia com um espetacular por do sol. Muita gente vai à Medina munido de suas câmera fotográficas apreciar esse show.

essa 10

essa 11

essa 12

essa 13

No dia seguinte resolvemos nos deslocar um pouco para conhecer um novo, mas conceituado, restaurante de queijos, La Fromagerie. Nesse local, o chef, um senhor viajante, que já morou em vários lugares do mundo e não sabe até quando fica em Essaouira, faz queijos de cabra e oferece um almoço onde não tem cardápio. Você come aquilo que ele está disposto a oferecer naquele dia. Mas o que nos foi oferecido estava bom de mais. Foi um dos melhores restaurantes que comemos. O local é muito simples, no meio do nada, cercado de cabras e gados, onde se chega através de uma estrada de terra. Valeu muito a pena a visita.

essa 14

essa 15

essa 16

Com certeza ainda teria muito o que fazer em Essaouira, mas nosso tempo ali tinha chegado ao fim. Vamos continuar nosso caminho para Casablanca, nossa última parada em Marrocos. Te esperamos no próximo post!

Sonho e Destino
Publicado por
Sonho e Destino

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *